A neutralidade mata. Quem se importa?


A “neutralidade” tem um alto preço e as(os) trabalhadores do SUAS estão pagando caro por ela e às vezes não há com o que pagar - trabalhadores estão morrendo e muita(s) ainda não contam com um horizonte de imunização.A neutralidade não mata somente trabalhadores do SUAS, porque sabemos que a maioria das vidas perdidas é…

Proteção social às pessoas em sofrimento psíquico que usam o serviço dos caps: o que cabe ao SUAS?


Rozana Fonseca* Thiago Santos** O Sistema Único de Assistência Social - SUAS, por meio da Política Nacional de Assistência Social - PNAS, inscreve, radicalmente, o que cabe ao campo da assistência social enquanto política pública, um dever do Estado. Tais marcadores impõem uma ruptura com a lógica de uma política compensatória e auxiliar a outros…

Dia da(o) assistente social


servico-social-15 de maioBaixar

Freud e o SUAS


Alguns aforismos sobre a prática na assistência social numa perspectiva psicanalítica Freud e o SUAS A ética psicanalítica, necessariamente, coloca a profissional do SUAS como escutadora dos sujeitos e não como silenciadora de demandas – muito menos como “justificadoras” da ineficiência intencional do Estado. A ética psicanalítica direciona para uma escuta não culpabilizante, mas não…

A blindagem que violenta e mata crianças de famílias ricas


A morte de um menino de 04 anos no estado do Rio de Janeiro, enteado de um parlamentar, está em pauta não somente pela identificação do padrasto (agente público) e da mãe como suspeitos do crime, mas também pelas razões que já conhecemos como a midiatização de casos envolvendo crianças brancas e ricas[i]. Quero, portanto,…

11 anos do BPS: comemoração de uma jornada de vida e profissional


Comemorar os 11 anos do BPS é festejar a minha jornada de vida e profissional. Tudo começou aqui e por aqui quero agrupar todos os posts/textos que elaborei nesta última semana para as páginas @psicologianosuas (Instagram e facebook). Foram apresentações em 10 ATOS que chamei de f(atos). Quero agradecer a você que lê e divulga…

Educomunicação na assistência social é resistência! Agenda 2021


Tem interesse em participar conosco? É só preencher o formulário: Clique Aqui Em 2020, foi criado o projeto Sextas Básicas e foram realizadas duas temporadas. Na primeira, quando foi decretada a calamidade por causa da pandemia, pela necessidade de discutir o SUAS e suas condições de resposta ao estado de calamidade pública, realizamos onze encontros…

Janeiro branco: Carta à Assistência Social


Sobre Janeiro Branco no SUAS https://videopress.com/v/LL0GvHbw?preloadContent=metadata Vamos começar com uma pergunta: por que incorporar a campanha Janeiro Branco nas agendas do trabalho social com famílias no SUAS? Minha pergunta já indica uma proposição, né? Se for aderir a campanha que pelo menos seja nesta dimensão de trabalho e não apenas no gabinete de comunicação. Pergunto…

%d blogueiros gostam disto: