Proteção Social Básica

Reordenamento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV


Imagem1

Clique no link para baixar: Passo a Passo – Reordenamento SCFV

Fonte: MDS

Divulgando a RESOLUÇÃO Nº 01, DE 21 DE FEVEREIRO DE 2013, que “Dispõe sobre o reordenamento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, no âmbito do Sistema Único da Assistência Social – SUAS, pactua os critérios de partilha do cofinanciamento federal, metas de atendimento do público prioritário e, dá outras providências”.

Para download, Clique a seguir Reordenamento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV

Fonte: CNAS

Slides do MDS (disponíveis na Internet) sobre o reordenamento ( para gestores do SUAS e técnicos em geral)

CLIQUE NOS LINKS PARA FAZER download

Slide Reordenamento SCFV

Apresentação Reordenamento SCFV histórico com PETI

Apresentação Reordenamento SCFV 23102012

Post editado em 07/05/13

Categorias:Proteção Social Básica

Marcado como:,

21 respostas »

  1. Boa noite, Rozana! Como vai?
    Gostaria de saber qual é a relação PAEFI e SCFV1
    Pois, li que o SCFV é um trabalho complementar ao trabalho social familiar realizado pelo PAIF e PAEFI, mas fiquei em dúvida se as crianças, adolescentes e idosos serão atendidos simultaneamente pelo PAEFI e SCFV,
    OU depois comd o desligamento do PAEFI a família será referenciada ao CRAS e então será inserida no PAIF e ai poderemos ver se há necessidade crianças, adolescentes e idosos serão atendidos simultaneamente pelo PAIF e SCFV?
    Até porque a situação caracterizada como prioritária dos usuários em grande parte
    são demandas atendidas pelo PAEFI!
    Abraço,

    Eliane

    Curtir

    • Oi Eliane, suas colocações estão corretas, pois o público prioritário do SCFV muitas vezes são públicos do CREAS. A família continuará com a equipe do PAEFI até que a situação de violação de direito seja “trabalhada” e posteriormente é realizado a contra-referência ao CRAS para que o trabalho de prevenção seja realizado com a família.
      abs

      Curtir

  2. Olá Rozana,

    Trabalho no Departamento de Planejamento de Assistência Social de Senador Canedo, estou com duvidas sobre o que comprar com o recurso do CREAS, em nossa cidade a unidade está bem equipada com brinquedoteca, salão de convivência e refeitório. Já sei que bens permanentes não é possível, alem de produtos de limpeza e alimentação o que você me sugere ????
    Parabéns pelo blog.
    Aguardo retorno.
    Paulina.

    Curtir

  3. Olá Boa Tarde , Rosana gostaria de saber quais são as atribuições para coordenar o grupo scfv , têm que ser técnico 😕

    Curtir

  4. Oi,, bom dia! Recebi um convite para coordenar num município o SCFV, no entanto, não tenho experiência na área. Gostaria de saber quais as atribuições dos coordenadores e de que maneira posso me inteirar sobre o tema, além dos manuais disponibilizados na internet.Grata pela atenção.

    Curtir

  5. Bom Dia, trabalho com as compras na Secretária de Desenvolvimento Social da minha cidade e me pediram para fazer compras de livros para leitura rápida para os jovens do serviço de convivência estou um pouco perdida com isso será se alguem ai pode me ajudar?

    Curtir

    • Oi Amanda, sei que a resposta chegou tarde, mas vou deixar minha opinião proque serve para os demais leitores. Bom acho que esta decisão, tem que ser tomada junto com a equipe do técnica do CRAS, coordenador pedagógico e orientadores do SCFV, pois eles apontarão quais materiais serão úteis e relevantes para o trabalho.
      P.s como você elaborou a lista? já pediu? se puder, disponibiliza a lista aqui no blog!
      Um abraço

      Curtir

    • de acordo com as orientações os programas serão unificados quanto ao cofinanciamento , o que proporcionará uma maior flexibilidade na execução dos recursos ,organização dos trabalhos e formação dos grupos .No entanto é preciso ter o conhecimento da dinâmica antes de implantar , o que não ocorre sempre quando se trata de politica publica .

      Curtir

  6. Olá Rosana,
    Temos dificuldades ao implantar o SCFV em nosso municipio, pela sua experiência na area, vc tem algum projeto social que pode estar disponibilizando para atender-mos o público alvo deste serviço???
    Ps: Parabéns pelo seu website, que nos ajudará muito!
    Certo de que seremos atendidos.
    Rennato Ribeiro
    Campos Belos/GO
    Secretaria de Ação Social.

    Curtir

  7. Rozana todos os dias visito o blog. Vc está de parabéns. Sou assistente social em CRAS e tenho com isso me beneficiada enquanto profissional. No momento estou trabalhando com mobilização e participação de usuários no controle social. Rumo a IX Conferência Nacional de Assistência Social. Em Campos dos Goytacazes estamos na X Conferência Municipal de Assistência Social que será em julho. Abraços! Se tiver algo para contribuir nesse sentido não exite. Obrigada.

    Curtir

    • Olá Sandra! Bem-vinda!
      Obrigada pela participação! E sucesso na realização da Conferência! O MDS ira realizar uma teleconferencia amanhã – 10/05 sobre a realização das Conferências com transmissão pelo canal NBR e online! Espero que nos ajude!
      Um abraço e espero receber sua visual sempre!
      Um abraço e bom trabalho

      Curtir

    • Oi Sandra! bem-vinda!
      Obrigada pelo carinho e fico feliz por você me dizer que o blog recebe sua visitinha sempre!
      Pode deixar que se eu encontrar alguma coisa útil, eu compartilho aqui com vocês!! desde já, tenham uma excelente Conferência!
      um abraço

      Curtir

      • Boa Noite
        Sou Andréia Assisente Social no municipio de Angatuba SP.
        Sou Coordenadora do CRAS, gostaria de saber se é possível pagar o técnico de referencia e o orientador social com o recurso Reordenamento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – SCFV, ambos são concursados e fazem 40 horas semanais.Por favor nos ajude, pois estamos cheios de duvidas
        Grata Andréia

        Curtir

        • Oi Andréia,
          Acredito que sim,tenho a informação o conforme Art.6º E da Lei 8.742/1993 onde reza que “os Estados, DF e Municípios poderão utilizar até 60% (sessenta por cento) dos recursos oriundos do Fundo Nacional da Assistência Social, destinados a execução das ações continuadas de Assistência Social, no pagamento dos profissionais que integrarem as equipes de referência do SUAS.
          Mas procure o setor financeiro da Secretaria, o qual poderá orientá-la melhor.

          Um abraço

          Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s