Modelos de PIA e outros materiais sobre o SINASE


reducao_da_maioridade_-_da_pena_1No Post “SINASE – Planos Estaduais e Municipais de Atendimento Socioeducativo” compartilhei com vocês minhas considerações sobre a urgência da qualificação do atendimento socioeducativo e os materiais que regulamentam a oferta dos programas e serviços para adolescentes que cometeram ato infracional. Veja AQUI e baixe entre outros documentos, o Plano Nacional, caso ainda não conheça.

O Post de hoje é uma continuidade ao citado acima, onde informei que iria compartilhar os modelos de PIA – Plano Individual de Atendimento, instrumento utilizado pelo Serviço de proteção social a adolescentes em cumprimento de medida  socioeducativa de liberdade assistida – LA e de prestação de serviços à comunidade – PSC.

Além do PIA, você encontrará abaixo documentos que “orientam” na elaboração dos Planos Municipais de atendimento socioeducativo. Acredito que não resolve apenas ter um modelo de PIA, pois o Plano é fundamental para alicerçar as ações das equipes do Serviços da proteção social, da rede setorial e dos gestores que deverão envolver-se com um atendimento socioeducativo capaz de materializar o preconizado pelo ECA e Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo – SINASE.

De acordo com uma pesquisa realizada aqui no Blog, através de enquete e formulário, a maioria dos Municípios ainda não têm os Planos de atendimento socioeducativo e alguns Estados ainda estão com a versão para consulta pública. Isso corrobora o apontamento do Post anterior, onde a oferta de atendimento socioeducativo em meio aberto é absurdamente frágil e precária.

Plano de atendimento socioeducativo
Pesquisa realizada pelo Blog Psicologia no SUAS no período de 26 de Agosto a 18 de setembro de 2015 – com participação de 141 pessoas.

Com esse cenário, o argumento institucional contra a redução da maioridade penal se torna frívolo e insustentável. Agora, serão os argumentos político, ético e técnico capazes de superar essa violência legitimada do Estado? #Reduçãonãoéasolução

Vamos aos materiais:

I) Materiais que podem nortear a elaboração dos Planos e no trabalho:

  1. Caderno/Apostila Socioeducação “Adolescentes em conflito com a lei”, CONSIJ-PR CIJ-PR – Paraná, 2012.
  2. Plano Nacional Decenal de Atendimento socioeducativo comentado: Uma abordagem crítica para apoiar a elaboração dos Planos Estaduais e Municipais – Pe. Agnaldo Soares Lima, SDB Brasília/DF  Janeiro – 2014.
  3. Informações importantes a serem consideradas no processo de elaboração do Plano Municipal (Pesquisando sobre SINASE encontrei este documento, mas não anotei o site que encontrei, por isso, se alguém souber a fonte e créditos sobre ele, é só me enviar que atualizo).
  4. Quadro comparativo SUAS e SINASE: convergências/divergências e desafios (In: Prefeitura Municipal de Belo Horizonte. Medidas socioeducativas em meio aberto: a experiência de Belo Horizonte. Belo Horizonte : Santa Clara; PBH/SMAAS,2010, p. 1 33-143)
  5. Orientações sobre o prazo de elaboração dos planos municipais de atendimento socioeducativo (Coordenação Geral do SINASE, 2014)

II) Modelos de Plano Individual de Atendimento – PIA: (Pesquisando sobre PIA e SINASE encontrei estes modelos, mas como já tem um tempo, não sei em quais sites eu os encontrei, por isso, se alguém souber a fonte e créditos/autoria sobre eles, por favor, é só me enviar que eu atualizarei o Post).

  1. PIA-Modelo I
  2. PIA-Modelo II
  3. PIA-Modelo III
  4. PIA-Modelo IV
  5. PIA-Modelo V (Instrumento elaborado pela equipe de atendimento socioeducativo do CREAS de Rio do Sul – SC – Claudia Mara Fronza da Silva – Assistente Social – Julio Cesar Alves – Psicólogo – Rita Ferrari Cuco – Psicopedagoga, 2012)
Saiba se o seu Estado e Município já aprovaram o Plano!
Considerando que 33% dos participantes da pesquisa NÃO sabem se o seu Município já aprovou o Plano, listei abaixo alguns que encontrei na internet para conhecimento e para inspirar vocês a fazerem um movimento de pelo menos saber como está o processo de elaboração do Plano de Atendimento Socioeducativo em seu Município e Estado.

III) Planos Estaduais de Atendimento Socioeducativo: Pesquisei pelos planos de todos os Estados e listei abaixo aqueles que encontrei, tanto em versão para consulta pública quanto os já publicados. Caso você tenha a versão preliminar ou final do Plano do seu Estado, e quer que ele esteja nesta lista, é só encaminhá-lo para: psicologianosuas@gmail.com.

  1. Tocantins, Versão para Consulta Pública*
  2. Minas Gerais, Versão para Consulta Pública*
  3. Paraná, 2014, Minuta*
  4. Pernambuco, 2014 – Versão preliminar*
  5. Paraíba, 2014 – Versão para Consulta Pública*
  6. Ceará, 2013
  7. São Paulo, 2014
  8. Pará , 2013

*Se o Plano já foi aprovado, é só me enviá-lo que atualizarei a lista – psicologianosuas@gmail.com

III) Planos Municipais de Atendimento Socioeducativo: Conforme aponta a nossa pesquisa, muitos Municípios não têm os Planos, mas como nem sempre os Municípios mantêm o compromisso com a transparência e assim não publicam as regulamentações e documentos dessa natureza, eu mantenho este Blog aberto para receber o Plano do seu Município para divulgá-lo aqui também, é só encaminhá-lo para: psicologianosuas@gmail.com.

  1. Espírito Santo – RN, 2014
  2. Curitiba – PR, 2014
  3. Viana – ES, 2014 ————Eu só encontrei estes três Planos Municipais disponíveis na internet! trabalhei com meu limite de tempo para essa tarefa, portanto, devemos ter ciência que isso, obviamente, não representa o percentual dos Municípios que já elaboraram os Planos.

Espero que este Post contribua com a implantação e implementação do Sistema de Atendimento Socioeducativo em seu Município! Há muito trabalho a ser feito, por isso, determinação e coragem a todas e todos!

Bons estudos e um excelente trabalho 🙂

Atualizações semanais do Blog pela Fanpage, curta e acompanhe!

Não a redução

Meus agradecimentos a você que participou da pesquisa colaborando com este Post!

11 comentários

  1. Bom dia!
    Rozana, tenho uma dúvida, no SINASE diz que o Programa de Medidas Socioeducativas precisa ser inscrito no CMDCA. No meu municipio temos o Serviço de Medidas socioeducativas que funciona no CREAS. Recebemos o adolescente, ele tem o primeiro contato com a advogada, logo em seguida as tecnicas do serviço (psicologa e Assistente Social) começam a fazer o PIA. Juntamente com isso verificamos os locais que pode receber esse adolescente (entidades cadastradas no CMDCA, orgaos publicos como CRAS, Escolas, UBS). Estou na dúvida se podemos dizer que o Serviço de Medidas é EXECUTADO no CREAS. Essa palavra EXECUÇÃO que me deixa confusa, se ja conto como execução desde a entrada dele no CREAS ou é somente a partir do momento que ele está cumprindo a PSC. E se é um serviço, não um programa, ele precisa mesmo assim ser inscrito no CMDCA?
    Desde ja agradeço.

    Curtir

  2. Gostei muito do post
    Tenho, mas tenho algumas dúvidas em relação à construção do PIA e relatório psicossocial. Principalmente, em relação ao que tange o Psicologo. A orientação do MDS para construir o PIA coloca que é importante relatar as relações afetivas, mas existe uma discussão que o psicólogo da assistência não é clínico logo não pode relatar sentimentos.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Petruska, mas dá pra falar de afetos no fazer do SUAS. As relações humanas se dão pelas afetações – entender as condições e contextos de fragilidade e/ou rompimento de vínculos tem a ver com análise de afetos.

      Curtir

  3. Bom Dia, este blog ajudou-me bastante, sobre modelos do plano individual para medidas socio educativas, brigado

    Curtir

  4. Excelente conteúdo, porém, não recebi mais conteúdo. Trabalho em um CRAS e estes conteúdos são de grande ajuda. Obrigada!

    Curtir

    1. Oi Rosana, você já se cadastrou no Blog? talvez é por isso que não está recebendo as atualizações. Você pode fazer isso inscrevendo seu e-mail no campo disponibilizado na coluda direita do Blog.

      Curtir

  5. Rozana, recentemente foi divulgado pelo Terre des hommes Brasil divulgou O Manual de Execução das Medidas Socioeducativas em Meio Aberto de Fortaleza. Esta versão ainda não é a final, o manual será testado durante três meses antes do lançamento oficial. vale a pena conhecer e gostaria que fosse disponibilizado a todos do blog, segue o link para baixar o manual, caso não consiga que informe que eu te envio por email.

    http://www.tdhbrasil.org/biblioteca/344-manual-de-execucao-das-medidas-socioeducativas-de-fortaleza-primeira-versao

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s