Apoio e resistência às equipes do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica – NASF-AB

Desde o ano passado as equipes estão alertando e grupos têm se mobilizado em buca da revogação da Portaria nº 2.979/2019, mas de acordo com a Nota Técnica nº 3/2020-DESF/SAPS/MS que versa sobre o NASF-AB e Programa Previne Brasil está evidente que o NASF-AB do jeito que temos hoje ACABOU.

Deixar sob responsabilidade do município a composição das equipes. Minha gente, se com as obrigatoriedades e custeio anteriores as equipes já vinham fragilizadas e era uma luta para o prefeito mantê-las, imaginem agora?

Alerto a quem possa estar ludibriado acreditando que não se trata do fim, mas de dar maior autonomia aos municípios para aprimorar os indicadores, veja bem o que está expresso no item 2.3 da nota:

A revogação das referidas normavas também impactam no credenciamento de novas equipes NASF-AB. A partir de janeiro de 2020, o Ministério da Saúde não realizará mais o credenciamento de NASF-AB, e as solicitações enviadas até o momento serão arquivadas.

Perdemos todos, pois o NASF-AB é grande parceiro das equipes do SUAS. Em muitas cidades é a por onde as equipes mais conseguem dialogar com a saúde , abrindo portas para as famílias terem o acesso necessário.

Em defesa da Seguridade Social

Lembro que precisamos também cobrar posicionamento e luta do Sistema Conselho das Profissões que compõem as equipes NASF-AB. Pesquisei e só encontrei este do CFN: https://crn5.org.br/sistema-cfn-crn-emite-nota-sobre-portaria-que-possibilita-a-extincao-do-nasf/ e CREFITO-7, CREFONO-4, CRP-3, CRESS-BA, CRMV-BA e CRN-5 http://crefito7.gov.br/encontro-profissionais-do-nasf-ab-e-o-novo-financiamento-da-atencao-basica/

Alô meu Conselho Federal de Psicologia 😉

Sobre o autor Rozana Fonseca

Psicóloga - CRP03/6262, especialista em Gestão Social:Políticas Públicas,redes e defesa de direitos. Autora do Blog Psicologia no SUAS, palestrante, supervisora técnica e consultora acerca da execução de políticas públicas como Assistência Social, criança e adolescente, idosos, mulheres e sobre a atuação do profissional de psicologia nas políticas públicas em geral.

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: