Elaboração de documentos escritos produzidos pela(o) psicóloga(o)


Institui regras para a elaboração de documentos escritos produzidos pela(o) psicóloga(o) no exercício profissional e revoga a Resolução CFP nº 15/1996, a Resolução CFP nº 07/2003 e a Resolução CFP nº 04/2019.

Estou lendo e procurando entender porque a resolução que versa sobre a elaboração de documentos pelas/os psicólogas/os, ficou tão presa no “psicológico*”, e perdeu uma importantíssima oportunidade de superar a hegemonia da psicologia clínica e avaliadora, como também deixou de lastrar a orientação em direção ao campo da intersetorialidade e do trabalho coconstruído e não segmentado. Pelo contrário, recua.

Esta primeira análise, considerando, mais especificamente o campo da Assistência Social, indica que os profissionais continuarão carecendo de uma legislação que contemple a prática sustentada pela e na Psicologia Social, Comunitária, Psicossocial, Política, Institucional. Práticas que trazem o desafio da interdisciplinaridade (não dá nem para falar na transdisciplinaridade), que para superá-lo, só mesmo uma guinada orgânica capaz de direcionar a categoria para a urgência de uma Psicologia para o século XXI.

Depois do Diálogo Digital a ser promovido pelo CFP – leia aqui, eu volto para fazer uma atualização nesta postagem.

Acesse a Resolução

Sobre o autor Rozana Fonseca

Psicóloga - CRP03/6262, especialista em Gestão Social:Políticas Públicas,redes e defesa de direitos. Autora do Blog Psicologia no SUAS, palestrante, supervisora técnica e consultora acerca da execução de políticas públicas como Assistência Social, criança e adolescente, idosos, mulheres e sobre a atuação do profissional de psicologia nas políticas públicas em geral.

2 comentários

  1. Bom, ao menos houve um notável avanço em comparação à resolução anterior (CFP N° 07/2003), mas, como bem observado, os profissionais do SUAS continuam desamparados.

    Curtir

  2. Não sou psicóloga, mas a impressão que eu tenho é que não levaram em consideração o trabalho exercido pelos profissionais de psicologia no SUAS! Vem muito com questões de análises e psicologia clínica! Uma pena, porque pode trazer retrocesso para as políticas públicas de assistência social!

    Curtir

Deixe uma resposta para LEIDIANE CATIA TAVARES Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: