Quanto vale ou é por Lattes?


Olá pessoal,  hoje trago um post com um conteúdo que me inquietou. Sei que pode não fazer sentido para muitos leitores, mas como tem a ver com este espaço resolvi rascunhar aqui essas ideias.

Ao longo desses anos de trabalho com o Blog é muito satisfatório quando colegas da academia se manifestam a respeito da utilidade e da importância do blog. São mestres, doutores, estudantes e professores que têm dado esse retorno, geralmente por meio de encontros presenciais.

Contudo, essa semana tomei conhecimento de uns fatos e gostaria de compartilhar essas linhas com vocês:

É engraçado como alguns “mestres e doutores” têm acessado o Blog, mas não comentam, não participam das discussões e quando vão escrever sobre a temática citam todas as referências possíveis, mas registrar que o Blog foi um ponto nesta caminhada é como que invalidasse suas pesquisas porque as escritas não estão publicadas no Periódico A ou B. Posso dizer que para muitos profissionais, pelos inúmeros retornos que recebo, este Blog faz mais sentido do que muitos artigos por aí, feitos para encher o Lattes.

Reconheço a importância dos artigos, das pesquisas; o que não concordo é com a hierarquização das plataformas dessas escritas.

Ah, e sim, quero fazer mestrado e escrever artigos e quem sabe um livro, mas uma meta é que eles sejam úteis e que valham a pena!

Gratidão a todas/os que me fazem companhia e que acolheram esse espaço! ❤

 

17 comentários

  1. Olá Rozana.
    Após ter tido contato com esta sua publicação logo após ter citado o blog como parte das referencias/bibliografias/site/blog em um plano de trabalho para chamamento público, não pude deixar de comentar. A acadêmia ao mesmo tempo que nos orienta e contribui com nossa formação profissional, é nela também que percebemos seus limites. E digo isso por que em maior ou menor grau todos que passaram ou estão na/pela acadêmia sabem da necessidade da citação. Então o fato de citar ou deixar de citar uma fonte e/ou recurso utilizado demonstra mais um modo de atuação profissional desconexo, incompatível com a realidade e antiético, seja em qual área for, do que qualquer lacuna da acadêmia, mesmo porque esta característica já é velha conhecida por quem já esteve neste lugar.

    Curtir

  2. Verdade…Hoje diz que a academia é muito boa, mas ninguém cria nada. Só um monte copias dos outros. Pois o que se pensa não tem valor se não tiver uma citação. Horas é minha citação.
    E vergonhoso.
    Afinal até mesmo diploma acadêmico não tem valor, pois tem que ser autenticado em cartório para ser reconhecido.
    Ou seja transforma o documento original em menor que a copia do cartório. Igual a originalidade do pensamento. Se não for o que já foi pensado e validado pela plataforma, ou revista, não vale.

    bla bla bla e vida pegando fogo…

    Curtido por 1 pessoa

  3. Sou Mestre e doutoranda, confesso que a teoria me ensina bem menos que minha prática como psicóloga social em Centro Pop e com meus pares que nunca escreveram artigos e possuem excelência no que fazem. Saberes complementares, mas a arrogância da academia me entedia…

    Curtido por 1 pessoa

  4. Rozana, concordo com você! A titulação é importante sim, mas a vivência, a prática, a divulgação e o compartilhamento de experiências são extremamente enriquecedores! Tenha certeza que os assuntos e discussões aqui do blog realmente ajudam muito na nossa atuação.

    Curtido por 1 pessoa

  5. Rozana…
    Parabéns pelas belas palavras… Concordo com você.
    E gostaria de agradecer por suas postagens e todo o conteúdo do blog, pois é muito significativo e nos ajuda na nossa batalha diária, e você como também vive isso, posta material de quem vive essa prática, não apenas diz deter o “saber”.
    Novamente parabéns.
    E muito obrigada por nos possibilitar expandir nossos conhecimentos e sanar por vezes as nossas dúvidas…
    Abraços

    Curtido por 1 pessoa

    1. Oi Jaqueline, obrigada pelas considerações e por me dar esse retorno! Essas “dúvidas” me fazem aprender todos os dias e por isso, dou importância formadora a este Blog!
      Quanto mais dúvida, mais aprendizado. Quanto mais certeza, mais arrogância e maior distanciamento da realidade dinâmica desse mundo.
      Abraços

      Curtir

  6. Rozana,
    Gostei do desabafo! Essa hierarquização revela um desconsiderar da experiência, das vivências. E existe pesquisa sem vivência? Pode até existir, mas sem a riqueza que a prática nos oferece.
    Continue! Como sempre te falo, vc nos inspira e nos dá força para prosseguir!
    Beijo!

    Curtido por 1 pessoa

  7. A titulação é importante, mas no nosso cotidiano precisamos de mais pessoas como você que sempre compartilha conhecimento e materiais sempre úteis para nossa prática profissional.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s