Novo Caderno de Orientações PAIF e SCFV


Para afinar ainda mais os serviços PAIF e SCFV, o MDS/SNAS lançou mais um caderno de orientações. Neste, o objetivo é discorrer sobre a importante e necessária articulação entre os serviços na PSB.

De acordo com o MDS/SNAS, o presente documento pretende contribuir para as discussões acerca da organização e operacionalização do PAIF e do SCFV, fornecendo elementos para que gestores municipais e equipes da proteção social básica atuem conforme os conceitos e diretrizes estabelecidos nas normativas vigentes (grifo).
Com esse intuito, o material está estruturado em dois eixos: a gestão territorial e a execução dos serviços (MDS,2015).

É um documento com linguagem bem direta e didática quanto aos principais pontos da execução destes serviços, retomando questões dos cadernos já publicados pelo MDS.

Vou ler tudo e tirar mais impressões. Mas considerando as nossas discussões nos debates ao vivo, já considero uma publicação pertinente porque poderá elucidar muitas dúvidas .

Caderno de Orientações PAIF e SCFV Imagem Blog Psicologia no SUASBAIXARMDS – Caderno de Orientações -Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família e Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos: Articulação necessária na Proteção Social Básica. MDS, 2015. ou baixe pelo Site MDS.

Boa leitura e bons estudos! 🙂

27 comentários

  1. Boa noite, Rozana. Muito bom o seu blog, gosto e utilizo tanto que me senti na obrigação de contribuir com a campanha de apoio. Espero que atinja em breve a sua meta. Sobre o PAIF e SCFV tenho uma dúvida. Ouvi de alguns colegas que o técnico de referência do SCFV não pode ser o mesmo técnico de referência do PAIF. É isso mesmo? Desde já, obrigada.

    Curtir

  2. Rozana, muito bacana suas publicações. Elas ajudam ainda mais o nosso trabalho nos CRAS e CREAS. Os quais ainda apresentam desafios que precisamos superar…

    Curtir

  3. Acho a produção muito “vaga”, não traz muitas novidades sobre a relação e o referenciamento do SCFV pelo PAIF, apenas trata de diferenciar os dois, pontos que já são comuns nas próprias publicações do MDS. Entendo que tentaram e conseguiram sintetizar o todo, ficando mais claro e objetivo para as equipes técnicas. No entanto, acho que o ministério poderia chegar a um consenso quanto a importância do PAIF em acompanhar as famílias que tem um membro familiar inserido no SCFV como membro prioritário, pois não trazem apenas vulnerabilidades, mas riscos sociais.
    Sabemos também que o público do SCFV devem ser oriundo do PAIF, porém a realidade brasileira é outra, considerando que os SCFV por diversos anos receberam maior atenção dos gestores.
    A publicação é relevante, só que como técnico do CRAS, psicólogo e técnico de referência dos SCFV e PAIF esperava bem mais da produção…
    Rozana quero externalizar o meu agradecimento, o seu blog contribuiu muito com o meu processo de inserção no Sistema Único de Assistência Social.

    Curtir

    1. Oi Diogenes, como fico feliz com comentários! O seu está rico e traz uma análise bem clara. Acompanhamento familiar pelo Paif ou Paefi deveria anteceder a inserção no SCFV. Nas Orientações já está posto esta prioridade de acompanhamento, no caso de risco é pelo Paefi.
      Um abraço e muito obrigada pelas considerações quanto a utilidade do Blog.

      Curtir

    2. Boa tarde Diogenes! Estou exatamente a procura de literatura que trate dessa temática de famílias que estejam sendo acompanhadas pelo PAIF e tenham membros no serviço de convivência como membro prioritário. Vc conseguiu algo a respeito? Obrigada!

      Curtir

    1. Rozana,
      Obrigada pela partilha de conhecimentos o seu blog tem contribuido muito para com o meu processo de construção e aprendizado no CRAS.

      Curtir

  4. Parabens Rozana, não so pelo site mas por todo esforço que vc vem fazendo no intuito de promover a interaçao dos profissionais do suas e assim nos retirar de muitas duvidas e angustias. Assisti a pouco os hangout sobre o paif muito rico e fico na torcida para que outros encontros como esse possa ocorrrer. Abraço.

    Curtir

    1. Oi Pedro.
      Obrigada pelo reconhecimento, Pedro. Comentário como o seu me ajuda muito a ter coragem de prosseguir e a continuar espalhar o pouco que sei. Farei sim mais Hangouts e pode deixar que aviso com Post aqui no Blog e na Fan page. Um grande abraço.

      Curtir

  5. olá Rozana. Parabéns pelo blog.
    Gostaria de maiores informações sobre as equipes de proteção social básica que atendem fora de área CRAS, quais suas atribuições e como se organizam , uma vez que não podem acessar o PAIF e o SCFV. o que ofertar para os usuários ?

    Curtir

  6. Fico feliz quanto a publicação para a PSB, mas acho lamentável, ainda não termos nenhuma notícia sobre um caderno de orientações para o PAEFI, um serviço sem identidade na média complexidade. Até quando ficaremos sem direcionamento, metodologia e respaldo na política de assistência social?

    Curtir

    1. Oi Suelem,
      Eu até acho que os cadernos sobre o CREAS trataram mais sobre o PAEFI do que os demais serviços da PSEMC, mas concordo que é esperado por muitos trabalhadores.
      Um abraço e obrigada pela visita e comentário!

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s