Material sobre o trabalho com famílias (NECA)


Novos rumos para o trabalho com famílias

TRabalho com famíliaLivro/Cartilha Novos rumos para o trabalho com famílias disponível para download: AQUI

Apresentação “Novos rumos para o trabalho com famílias foi elaborado para contribuir com todos aqueles que se dedicam ao trabalho com crianças, adolescentes e suas famílias em situação de risco social e pessoal. A intenção é que ele possa correr de mão em mão, provoque discussões, reflexões e invenções. É uma primeira edição e esperamos que, ao longo do tempo, esta publicação seja avaliada e aprimorada à luz da experiência de todos aqueles que “tecem manhãs esperançosas e promissoras”. Pág. 9

Moreira, Maria Ignez Costa. Novos rumos para o trabalho com famílias . São Paulo : NECA – Associação dos Pesquisadores de Núcleos de Estudos e Pesquisas sobre a Criança e o Adolescente, 2013.


O Blog no Facebook: Acompanhar as atualizações

5 comentários

  1. Olá Rozana,

    Gostei muito do material, porém senti falta em casos bem graves em que a família está com vínculos bastante fragilizados.Por exemplo crianças que não vão a escola, por uma questão mais primária, cultural e simbólica. Como ajudar uma família tão pobre simbolicamente, que tiveram uma vida toda devastada por drogas, os filhos adolescentes sem referencias de um adulto. Um trabalho já está sendo desenvolvido, tenho construído um vínculo a partir de uma escuta, de oferecer atenção e isso tem trazido novas perspectivas para eles. E também já compartilho uma lamentação é uma família conhecida por toda a rede, porém nenhum profissional ou serviço ofertaram um afeto um olhar mais humanizado, um ombro quando necessário para a mãe chorar(foi o meu caso), e segundo a mãe que atendo era só isso que ela queria…. Adoro seu blog Rozana sucesso!!!!

    Curtir

    1. Oi Cleyton, interessante seu comentário, acho que a questão não seria como ajudar alguém tão “pobre simbolicamente” mas como garantir acesso a direitos a esse sujeito com uma rede e serviços tão pobres e ineficazes?. O acolhimento dado a ela é fundamental (que bom que ela encontrou isso aí), mas ela precisa mais do que isso, e aí vem à tona a fragilidade de um sistema que insiste em culpabilizar a pessoa pelas suas condições de vida. Um grande abraço com agradecimentos pela sua participação e por me deixar saber que gosta do Blog! Volte e participe sempre.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Material sobre Trabalho com Famílias muito rico, todos os profissionais que trabalham no SUAS deveria ter acesso. Obrigada por podermos contar com você para que o SUAS se efetive de fato.

    Curtido por 1 pessoa

    1. Imagina, Cleusa! Eu também acho que esses materiais nos ajudam muito sim, por isso acho que é uma pena que sejam pouco divulgados, assim, quanto mais pessoas terem acesso, melhor! Obrigada por deixar suas considerações 😄

      Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s