Supervisão – palestras/lives e capacitação


Escolha AQUI a melhor data e horário, reserve e realize o pagamento para confirmação do agendamento e prontamente já terá sua supervisão rapidamente marcada 🙂

IMPORTANTE: Para prefeituras e outras PJ a via de contato é exclusivamente por e-mail: rozana@psicologianosuas.com

Para solicitação de orçamentos, favor enviar o Termo de Referência.

Como funciona a supervisão on-line:

Obs: Para os demais serviços consultar através do e-mail: rozana@psicologianosuas.com

O que é? Orientação técnica aos trabalhadores do SUAS (pessoa física ou pessoa jurídica). Como é realizada? Na modalidade on-line pelo Google Meet. Recursos necessários: Computador com acesso a internet. Recomendo o uso de fone de ouvido com microfone.

Escopo dos temas supervisonados:

  • Trabalho Social com Famílias CRAS – CREAS – SCFV – Centro Pop – Acolhimento institucional.
  • Trabalho em grupo.
  • Atendimento e acompanhamento familiar – Plano de acompanhamento Familiar – PAF ou PIA.
  • Elaboração de documentos.
  • Diagnóstico socioterritorial.
  • Funções da coordenação de unidades como CRAS, CREAS.
  • Outros temas podem ser acordados com a profissional.

Duração de cada supervisão: Cada supervisão dura uma média 1h20.

A quantidade e a periodicidade:  O número de encontros realizados dependerá da demanda e poderá ter periodicidade semanal, quinzenal, mensal ou outros intervalos . Assim como pode ter apenas um encontro.

Pagamento: É realizado através de PIX ( Chave a ser disponibilizada por WhatsApp) – Obs.: O pagamento deve ser realizado antes da supervisão com o envio do comprovante de depósito para ou WhatsApp: (73) 99981-0221

P.S: Caso o profissional não compareça no horário agendado o valor não será devolvido. A devolução do valor pago ocorre quando a comunicação é realizada até 4 horas antes do horário agendado.

Honorário: através do e-mail rozana@psicologianosuas.com

Disponibilidade: dias e horários a combinar

  PARA PREFEITURAS e outras PJ A VIA DE CONTATO É EXCLUSIVAMENTE POR E-MAIL: rozana@psicologianosuas.com

Acompanhe o Instagram do Blog e da autora: @psicologianosuas

Acompanhe as atualizações do BPS pelas redes sociais


Se inscreva para seguir o Blog Psicologia no SUAS e receber as novidades!

18 respostas para “Supervisão – palestras/lives e capacitação”.

  1. Rozana, como vai?
    Você ainda trabalha com o serviço de supervisão técnica? O link do blog não está ativo.

    Curtir

  2. Olá Rozana, li muitas perguntas feitas por profissionais de psicologia e gostaria que você me enviasse um e-mail sobre valores para supervisão. Trabalho com Idosos institucionalizados e não tenho muita opção de trabalho a ser desenvolvido com eles. Gostaria que você respondesse em meu e-mail. Obrigada.
    Eu me chamo Elcimar Nunes Martins e sou psicóloga.
    E- mail – elcimarnunes@hotmail.com

    Obrigada

    Curtir

    1. Oi Elcimar.

      Respondi por e-mail.

      abs

      Curtir

  3. […] Sugestões de atividades – Muitos me fazem esta solicitação para serem realizadas com Idosos, crianças/adolescentes/ gestantes etc – Já respondi muitos comentários e e-mails com esse teor, contudo está ficando impossível responder todos devido indisponibilidade de tempo e vejo que minha resposta é sempre a mesma (o que não justifica o leitor ficar sem resposta por tanto tempo), portanto, acredito que este tópico irá otimizar muito: Eu não tenho condições de sugerir atividades/ações sem conhecer minimamente o contexto, dinâmica e quais os objetivos dos grupos/ações a serem propostos (quando eu tinha mais tempo até solicitava retorno quanto a esses pontos, mas na maioria das vezes as pessoas não retornam – assim, reforço que considero impossível realizar sugestões sem as informações necessários – Vale dizer também que a supervisão técnica foi criada para tentar atender essa demanda, pois estas orientações exigem tempo, estudos e uma dedicação mais exclusiva – Leia sobre a SUPERVISÃO TÉCNICA DAS PRÁTICAS DO SUAS. […]

    Curtir

  4. Rozana Fonseca,
    Ola, tudo bem?
    Gostaria de saber, se ti tem conhecimento de algum trabalho sobre transtorno mental em pessoas do programa bolsa família-PBF, porque estou interessado para aprofundar meu trabalho, haja vista, realizar um trabalho de investigação nos beneficiários deste programa no município onde atuo fazendo um trabalho de saúde mental e ainda tem conhecimento também de trabalho sobre os efeitos laterais dos psicofármacos na sexualidade feminina acometido de transtorno mental em instituição de saúde mental, é uma proposta minha para meu trabalho de finalização de especialização em psicopatologia clínica, que concluo em dezembro de 2015. Aguardo m retorno de ti no mais breve possível e meus parabéns por este blog.
    ATT.
    ASSIS SILVA.
    PSICÓLOGO CLÍNICO E ESPECIALIZANDO EM PSICOPATOLOGIA CLÍNICA.
    AÇÚ/RN,04 DE JULHO DE 2015.

    Curtir

    1. Oi Assis, seja bem-vindo e obrigada pela participação!
      Bom, eu confesso que fiquei intrigada com sua questão: “transtorno mental em pessoas do programa bolsa família-PBF”. O que você quer investigar nessa relação?
      Um abraço

      Curtir

  5. BOA, NOITE, SOU PSICOLOGA , FUI CHAMADA PARA TRABALHAR EM UM ABRIGO, COMO NÃO TENHO EXPERIÊNCIA NA AREA , GOSTARIA DE SABER SE VOCÊ DÁ SUPERVISÃO TAMBEM NESTA AREA E OS RESPECTIVOS VALORES?
    OBRIGADA ELIANE

    Curtir

  6. Boa tarde! Nossa gostei muito deste blog,sou Assistente Social e atuo em uma instituição social que temvários projetos sociais inclusivel curso de gestante, podemos trocar experiências profissionais.
    Parabéns pelo Blog…

    P

    Curtir

    1. Oi Vilmara, que bom que gostou, obrigada! seja bem-vinda.
      estou à disposição!
      um abraço

      Curtir

  7. Oi Rozana, iniciei minha prática no CRAS esse ano e tenho enfrentado algumas dificuldades… E quando eu me sentia mais sozinha, eu encontrei o seu blog. Os texto postados são muito úteis! Obrigada!

    Curtir

  8. Estou iniciando este ano no suas e foi com muita satisfação que iniciei a leitura aqui pq há inumeras questoes que tenho que aprender…obrigada!

    Curtir

    1. Oi Carmen! seja bem-vinda e um excelente trabalho.

      Curtir

  9. Você recebeu minha pesquisa no email?
    Abs,
    Kelle Gardênia

    Curtir

  10. Tenho acompanhado as postagens. São todas bem pertinentes a nossa prática. Realmente as funções dos técnicos no CRAS estão bem ‘confusas’. Inclusive o papel do técnico e do orientador social ( nível médio). A falta de oficineiros e orientadores, acabam sobrecarregando os técnicos.
    Ah, tenho uma pesquisa bem interessante sobre programas e projetos sociais.
    Quem tiver interesse mande e-mail kellegardenia@hotmail.com
    Abs,
    Kelle Gardênia ( Pedagoga social e Psicóloga)

    Curtir

    1. Oi Kelle, obriga pela participação!
      Tenho interesse na sua pesquisa! como você está disponibilizando por e-mail, que tenho uma sugestão: será que você poderia enviar para meu e-mail (psicologianosuas@gmail.com) e depois eu diponibilizaria aqui?
      Obrigada

      Curtir

  11. Rozana, parabéns pela iniciativa. Acredito que você está contribuindo de maneira muito significativa para a qualidade dos trabalhos prestados por nossos colegas – de profissão e/de instituições. Lembro de quando iniciei no CRAS, sem nenhuma informação a respeito do era a Política de Assistência, quanto mais do fazer Psi nesta área. Li muito, contei com o apoio imprescindível de colegas assistentes sociais, concluí uma especialização na área e hoje sou uma apaixonada pela atuação no SUAS. Infelizmente, no início deste ano, uma porta melhor (financeiramente) se abriu para mim e tive que deixar o CRAS. Mas estou lecionando no curso de Psicologia e aproveito para colocar minha experiência prática aos meus alunos (tanto os desafios como as inúmeras possibilidades).
    Continuo acompanhando teu blog e, no que puder, vou contribuindo. Quem sabe, um dia, volto para a política de assistência?
    Bjo e mais sucesso pra ti!

    Curtir

    1. Oi Lívia, como eu vibro com sua participação aqui no Blog! você está entre as 10 colegas que mais participam! obrigada pelo carinho e incentivo de sempre! muito bom ler sua trajetória, demonstra deteminação e confiança que é possível um fazer no SUAS. Também me fez pensar nas condições de trabalho às quais somos submetidos, baixos salários e alta carga horária! o que favorece a rotatividade dos profissionais, dificultando a qualificação dos serviços ofertados – do SUAS de maneira geral. Espero que realemente você volte ao SUAS para continuar “desconstruindo” ideias equivocadas acerca do que é a politica de assistência social!
      [Imagino que seja uma ótima professora, comprometida com o despertar crítico e participativo dos alunos]
      Sucesso pra você também!
      um abraço!

      Curtir

  12. Muito obrigada pelos contatos que recebi hoje! é memorável e fico imensamente grata pela confiança depositada em mim pelos colegas de profissão e de outras formações, colegas de CRAS, CREAS…

    O mundo tem muitas coisas boas a oferecer para quem tem a ousadia de buscar.
    Gasparetto

    Curtir

Comentários

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s